A Matemática e o amor

Posted by Luiz Fernando Ziul Odnanref on04.01.2013
0

189

Não vou dizer que amo

Também não vou dizer que não

A equação resolve tudo

Menos coisas do coração

 

Sentimento não se mede

Tamanho, nem área dá pra calcular

Mesmo sendo maior que o mundo

Um pequeno coração pode guardar

 

O amor é infinito

Mesmo quando a chance tende a zero

Para o sonho não há limite

Quando o coração é sincero

 

Na areia escrevi teu nome

E vi a onda sinuosa o apagar

Agora temos um segredo

Eu, você… Areia e mar

 

Não espero que digas sim

Não, também não precisa dizer

Quero apenas lembrar teus olhos e

Palavra bonita lhe escrever

 

Brincar com números é bom

Há sempre um limite a vencer

Para as palavras há limites

Que vou saber obedecer

 

Sei que não mais estaremos juntos

Apenas andaremos lado a lado

Que te lembres sempre com carinho

Deste teu fã apaixonado

 

José L. Bonfim

 

If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.

Comente

Comentários

Professor graduado em matemática pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2010). Atualmente é professor de matemática da Secretaria de Educação de Minas Gerais e da Particular Solução Matemática. Tem experiência na área de Matemática, com ênfase em Licenciatura Plena em Matemática. É também Criador da Página Solução Matemática pelo facebook. Mais informações acesse minha página.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: